Cátia Rodrigues

A verdade que nunca ninguém te contou sobre como controlar o apetite

Será fome ou vontade de comer?

São muitas as minhas clientes que logo no início, numa primeira abordagem, ou com o desenvolvimento do nosso trabalho, me perguntam, com desânimo, se existe alguma coisa que as ajude a controlar o apetite. Analiso sempre o que habitualmente comem e constato que, na maioria das vezes, a sua alimentação é sobretudo constituída por hidratos de carbono refinados e comida processada, ingerem poucas proteínas – que são muito saciantes, além de terem uma função reconstrutora no nosso organismo – e verifico também que praticamente não comem vegetais, legumes e frutas, tão essenciais pela sua função reguladora do intestino e também por serem baixas em calorias e saciantes.

Se a nossa alimentação se basear maioritariamente em batatas, arroz, massas, pão, bolos, cereais de pequeno-almoço e pouco mais – como infelizmente tantas vezes acontece e que são até muitas vezes altamente viciantes –  estamos sobretudo a ingerir hidratos de carbono refinados, que têm um elevado índice glicémico e, além de nos irem fazer ter fome novamente muito rápido, quando ingeridos em excesso, mais facilmente são convertidos em gordura corporal. Estamos a falar de alimentos muitas vezes com um elevado número de calorias, mas pobres nutricionalmente, que não alimentam as nossas células e fazem com que andemos sempre com fome, quando na realidade, o nosso organismo não está a pedir necessariamente alimentos densos em calorias, está sim, carente dos nutrientes que não está a ingerir através da alimentação.

Na realidade, as calorias não são todas iguais. Diariamente, devemos ingerir os macronutrientes – hidratos de carbono, proteínas, gorduras – na proporção ideal, que pode variar consoante vários fatores, incluindo se se trata de uma pessoa sedentária ou se pratica algum tipo de desporto e com que finalidade: resistência, aumento de massa muscular, etc. Mas quase ninguém está sensibilizado para a importância da ingestão de micronutrientes (vitaminas, minerais e oligoelementos). As células do nosso corpo necessitam destes nutrientes para funcionarem bem, senão pode ocorrer também aquilo que chamamos de “fome oculta”. Ora, quando as células são nutridas com as vitaminas, minerais e oligoelementos de que necessita para o seu bom funcionamento, ficamos saciados e cheios de energia, ao invés de termos ataques de fome constantes.

Além disso, também se tem verificado, nos últimos anos, que a sobre-exploração dos terrenos para a produção de produtos agriculturas, levou a um empobrecimento mineral dos solos. Isso teve como consequência que as frutas e legumes que chegam às nossas mesas tenham uma quantidade ínfima de vitaminas e minerais, tal como podemos constatar neste quadro.Ou seja, pensamos que estamos a ingerir os nutrientes que de precisamos, mas estamos apenas a ingerir calorias quase vazias.

Em suma, não existe nada que possamos tomar para controlar o apetite. Tanta gente comete o erro de não mexer na sua alimentação base e acredita que tomar um comprimido milagroso, que não existe, as vai ajudar a controlar o peso ou o apetite. Não é assim que funciona… A verdade é que não existe nada que possamos tomar para controlar o apetite, mas podemos escolher mudar a nossa alimentação e isso, além de ser altamente recomendável, é essencial para a manutenção do peso durante todo o ano.

 

Como conselhos finais, sugiro uma revisão da alimentação base, que inclua alimentos ricos em fibra, boas gorduras e hidratos de carbono com baixo índice glicémico e integrais, nos casos em que se aplique. e recomendo também a suplementação com vitaminas e minerais. Atualmente é sabido que toda a população, no geral, precisa de tomar suplementação, sendo que a própria Organização Mundial de Saúde tem vindo a alertar desde 2004 sobre a deficiência em nutrientes na população.

Outros artigos que talvez te interessem:

Qual é o melhor suplemento para queimar gordura?

 

Os meus 7 hábitos para ter uma barriga definida

3 crenças limitadoras que te estão a impedir de estar em forma

7 Segredos para te sentires bem enquanto perdes peso

O excesso de peso pode ser um desafio de desenvolvimento pessoal

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.