Cátia Pinto Rodrigues

Descobre a verdade por detrás das cintas modeladoras

Recentemente li uma publicação do Dr. Paulo Gentil, na qual referia o facto de as redes sociais estarem a fazer mal às mulheres. Não podia estar mais de acordo com ele. Redes sociais como o Instagram, com os seus filtros e o recurso a todas as apps que manipulam fotografias e lhes retiram qualquer traço de realismo vieram reforçar o mundo de escapismo e ilusões em que tantas pessoas vivem: tanto as que publicam esses conteúdos, como aquelas que os consomem. 

A pressão para se ter um corpo perfeito (seja lá o que isso é!) sempre existiu e acompanha a vida de uma mulher desde criança, com a pressão para sermos magras, de nos chamarem à atenção quando engordamos e para termos atenção ao que comemos. O controlo sobre as mulheres, para que tenham corpos perfeitos é enorme, doentio, tóxico e pode ser avalassador. As mulheres são condicionadas, desde cedo, a acharem que existe algo errado com os seus corpos e não é por acaso que a percentagem de mulheres insatisfeitas com o seu corpo é tão elevada.  

Como vivemos com esse sentimento fortemente enraizado de não sermos suficientemente boas, passamos grande parte da vida em busca de soluções milagrosas para nos punirmos (sim, a palavra mais indicada é esta) e talvez se nos punirmos o suficiente, passando fome, e recorrendo a procedimentos dolorosos, talvez ai mereçamos ter um corpo perfeito e consequente aprovação/amor dos outros.  

Como a indústria da estética tem pleno conhecimento desta eterna insatisfação, estão sempre a aparecer produtos e acessórios milagrosos no mercado, na esmagadora maioria sem qualquer validade cientifica. Alguns são até “desenterrados” da história, como é o caso da moda das cintas modeladoras/corsets (sim, a merda é a mesma). Os maus exemplos nas redes sociais são imensos e muito contribuíram para disseminar esta tendência que tanto mal faz à saúde das mulheres! Ora vejam: para se diminuir o tamanho da cintura, recorre-se a um acessório que, não só impede as mulheres de respirarem como seria saudável fazerem-no, como comprime músculos, costelas, vasos sanguíneos, órgãos vitais…

Esta acção é semelhante aos colares de anéis usados pelas mulheres em África para alongar o pescoço, em que o colar dá todo o suporte necessário com atrofia da musculatura de sustentação cervical. Isto quer dizer que ao tirar os anéis, pode haver uma lesão na coluna vertebral por falta de suporte e as cintas também funcionam um pouco assim. É preciso ter uma grande ignorância ou desconhecimento em relação ao corpo humano para se achar isto normal ou saudável.

O uso de cintas modeladoras não é totalmente desaconselhado. Podem ser utilizadas, sob conselho e supervisão médica, em diversas situações, como no pós-operatório de uma cirurgia plástica, na recuperação pós-parto, em pacientes queimados. Em suma, podem ser usadas quando há uma agressão na zona abdominal, até essa região cicatrizar e retornar às suas funções naturais. Sempre com conselho do médico e durante um espaço de tempo definido pelo mesmo.

Para reduzir medidas? Estas cintas não têm quaisquer benefícios comprovados cientificamente. E não ajudam a melhorar a postura, como muitos vendedores, erradamente, afirmam! Pelo contrário, o uso abusivo destes acessórios causa danos na musculatura abdominal, dando uma falsa sensação de protecção e assumindo o trabalho que a musculatura da pessoa deveria estar fazendo, causando atrofia muscular e consequente falta de suporte natural para a coluna.

A compressão da cinta modifica os músculos e limita a ingestão alimentar por compressão gástrica. Além de diminuir a força dos músculos, pode perturbar a função gastro-intestinal e causar obstipação, limitar a expansão pulmonar e, consequentemente, conduzir a problemas respiratórios e causar deformidades torácicas devido à compressão das costelas. Dor ciática por causa da instabilidade da coluna, problemas de circulação, risco de trombose são outros dos vários riscos para a saúde. Ao contrário do que as influencers partilham nos seus feeds, o uso de cinta modeladora durante o treino, prejudica o desempenho de actividades físicas. Não é recomendado.
Se tem dúvidas em relação ao uso de cintas modeladoras, falem com o vosso médico em vez de seguirem os conselhos de vendedoras deste acessório ou de influencers tontas que ganham uma percentagem por cada artigo vendido e desconhecem completamente a forma como funciona o corpo humano. 😉

Segue-me nas redes sociais! 🙂
error1
Tweet 20
fb-share-icon20

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error

Gostaste deste blog? Partilha com quem mais gostas :)

RSS
Follow by Email
Instagram
WhatsApp