Cátia Pinto Rodrigues

Cintas modeladoras e corsets: Porque querer uma cintura de vespa é mais importante do que respirar

Quando nascemos, a primeira coisa que fazemos é respirar. E quando morremos, damos também o nosso último suspiro. Um bebé sabe instintivamente respirar da forma correta e podemos observar a sua barriga subir e descer durante a respiração. O acto de respirar acontece em nós de uma forma inconsciente, automática e tão simples que muitas vezes nem nos apercebemos de como respiramos, desvalorizamos a sua importância e o papel fundamental que ela tem com o nosso corpo e saúde.  

Alguma vez reparaste na forma como respiras? A respiração é vital e sem ela não seria possível estar vivo. A respiração alinha e complementa várias partes do nosso corpo, levando oxigénio às nossas células; controlando o PH do sangue; massajando os órgãos internos para que trabalhem de forma adequada; reduzindo o ritmo cardíaco; levando oxigénio ao cérebro, reduzindo a amplitude das ondas cerebrais e evitando desse modo a produção de cortisol (hormona do stress); contribuindo também para equilibrar a quantidade de adrenalina que produzimos e actuando no controlo das nossas emoções. 

Não respirar bem pode afectar a qualidade do sono, pois o fornecimento insuficiente de oxigénio para o corpo mantém o cérebro em estado de alerta, impedindo que entre no sono profundo e reparador. Uma respiração feita de forma correta previne doenças, reduz a hipertensão, a depressão, induz o relaxamento, proporcionando equilíbrio emocional e evitando os efeitos do stress no nosso corpo.  

Hoje em dia está na moda as mulheres, em desespero ou por pura desinformação, “espremerem-se” dentro de cintas modeladoras com a ilusão de que irão perder milagrosamente centímetros, sem causar danos à saúde. Se existisse uma cinta que fizesse perder medidas, ela seria mágica. Mas isso não existe. O que ela faz é causar um apertamento tão grande na zona abdominal que dá a impressão de estar mais magra. Mas assim que tira a cinta, acabou o efeito.  

A solução apresentada é tentadora, sobretudo por ser acessível e ter várias famosas tontas ou ingénuas a promoverem o uso deste tipo de acessórios como se fosse a última coca-cola no deserto. No entanto, o uso de cintas modeladoras ou corsets pode sair caro à saúde, em diversos aspectos, e causar danos à respiração, pois atrapalha a movimentação do diafragma, já que durante a inspiração o diafragma baixa, movimentando naturalmente o abdómen, e com o uso da cinta esse movimento fica prejudicado, causando dificuldade no retorno venoso, com risco de inchaço nas pernas e até de varizes. Por outro lado, quando a respiração se torna superficial e curta, como a que se tem dentro de uma cinta modeladora que comprime tudo à sua volta, nem os pulmões nem o diafragma funcionam correctamente e a função vital da respiração para a saúde e consequente importância para que o nosso corpo funcione correctamente nas mais diversas áreas – levando oxigénio às nossas células; controlando o PH do sangue; massajando os órgãos internos para que trabalhem de forma adequada; reduzindo o ritmo cardíaco; levando oxigénio ao cérebro, agindo no controlo das emoções – fica comprometido. O barato sai caro e mais importante do que o desespero de se ter uma cintura fina é cuidar do nosso corpo e saúde, pois o corpo é a nossa primeira casa e convém fazermos a nossa parte para que funcione bem durante as décadas de vida que vamos viver.

Usar uma cinta apertada para fingir que está magra é enganar a si mesma, pois o efeito é temporário. Hoje já existem várias maneiras de perder alguns centímetros na cintura, que vão desde a reeducação alimentar e treino adequado – que são a base intocável da boa forma física! – passando pelos procedimentos estéticos e cirúrgicos. Veja-se os casos de sucesso de tratamentos manuais não invasivos como o Método Izabel de Paula ou o Método Renata França, cujos resultados são maravilhosos e sem efeitos secundários. Lipoaspiração pode ser também uma opção válida para quem pretende reduzir o tamanho da barriga e, dessa forma, a paciente sabe que está nas mãos dos excelentes profissionais que temos na área de cirurgia estética, que está cada vez mais moderna e avançada.

Segue-me nas redes sociais! 🙂
error1
Tweet 20
fb-share-icon20

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error

Gostaste deste blog? Partilha com quem mais gostas :)

RSS
Follow by Email
Instagram
WhatsApp