Cátia Rodrigues

Pilates & Disfunção da ATM

A articulação temporomandibular (ATM) é o local onde o osso temporal (um osso do crânio) se articula com a mandíbula (maxilar inferior). 

Esta articulação é a mais accionada e a mais complexa do nosso corpo e apresenta como funções a deglutição, fonação e mastigação, sendo que a postura também está relacionada com essa articulação, pois depende da sua função, estabilidade e saúde para funcionar adequadamente.

A disfunção da articulação temporomandibular é definida como um conjunto de distúrbios que envolvem os músculos mastigatórios,a Articulação Temporomandibular (ATM) e estruturas associadas, sendo mais comum nas mulheres entre os 20 e os 50 anos de idade.

Disfunções na ATM podem ter como origem:

  • Mudança na oclusão dentária da pessoa (a forma como os dentes superiores e inferiores se encaixam).
  • Traumatismos da mandíbula;
  • Características anatómicas congénitas;
  • Má postura;
  • Hábitos como apoiar a mandíbula nas mãos, morder pontas de caneta e roer as unhas;
  • Hábitos como morder os lábios ou as bochechas;
  • Doenças articulares, como a artrite;
  • Bruxismo;
  • Tensão muscular;
  • Tensão emocional

Como podemos verificar, existem muitos sintomas associados à disfunção da ATM. Por vezes é de difícil diagnóstico, porque alguns sintomas também podem estar presentes noutras condições de saúde, sendo necessária, além de medicação adequada, uma abordagem, muitas vezes, multidisciplinar e o recurso a diversas especialidades áreas de saúde, como a Medicina Dentária, Otorrinolaringologia, Neurologia, Fisioterapia, Osteopatia e até mesmo Endocrinologia, de modo a que se possa fazer um diagnóstico adequado, analisando o histórico completo da pessoa.

Entre os sintomas mais habituais associados à disfunção da ATM estão:

  • Dores na cabeça, na face, no ouvido e pescoço;
  • Dor ou desconforto na face, na ATM e/ou músculos mastigatórios;
  • Sensibilidade muscular;
  • Limitações na abertura da boca, bloqueio ou desvio da mandíbula na abertura ou fecho;
  • Dificuldades na mastigação;
  • Zumbido e sensação de ouvido entupido;
  • Tonturas ou vertigens;
  • Estalidos e bloqueio dos movimentos da articulação.

Hoje em dia, sabe-se que movimentos de algum segmento corporal podem interferir na posição de outro segmento, pelo que indivíduos com alterações posturais podem sofrer compensações noutro segmento corporal, podendo ser essa compensação na ATM, ou então o contrário pode acontecer e uma DTM provocar modificações posturais no indivíduo.

Existem dados científicos que comprovam que as alterações posturais são,em maior número, consequências da Disfunção da ATM. Apesar de estar muito relacionada às alterações posturais da região cervical, podeafetar toda coluna vertebral.Estudos clínicos têm demonstrado que a coluna cervical pode ser fonte de dor ou disfunção na área oro-facial. Do mesmo modo, é comum que pacientes com disfunção ATM aí originada, apresentem sintomas compatíveis com patologia cervical.

É possível observar frequentemente alterações posturais semelhantes em pessoas portadoras de DTM. A cabeça poderá estar inclinada e/ou rodada para o lado em que a ATM está dorida, e também se poderá verificar a elevação e rotação dos ombros.

Alguns estudos relatam que, ao realizar a correção da posição da cabeça, ocorre a melhoria da sintomatologia da DTM, sendo que a correção do alinhamento postural de uma forma global, contribui para o alívio dos sintomas ocasionados devido a Disfunção da ATM.

A frequência de aulas dePilates em indivíduos portadores de DTM auxiliará no tratamento dos sintomas, dado que a realização dos exercícios do Método irá contribuir para o alinhamento da cabeça e pescoço,para o reequilíbrio da musculatura da coluna cervical, sendo útil também no alívio de tensões na região cervical, melhorando a mobilidade vertebral e o alinhamento de alterações posturais ocasionadas pela DTM.

Conforme a avaliação postural realizada ao aluno, o instrutor de Pilates poderá traçar os principais objetivos a serem alcançados, analisando as principais alterações posturais, promovendo o seu alinhamento e definindo também eventuais exercícios contraindicados para a sua condição.

De um modo geral, o Método Pilates promove o alívio da sintomatologia de alunos portadores de disfunções da ATM, ao promover a libertação de tensões, o reequilíbrio de musculaturas, a correcção de alterações posturais, proporcionando uma melhoria da qualidade de vida  e prevenindo o aparecimento de novos sintomas.

Outros artigos que talvez te interessem:

Segue-me nas redes sociais! 🙂
error1
Tweet 20
fb-share-icon20

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error

Gostaste deste blog? Partilha com quem mais gostas :)

RSS
Follow by Email
Instagram
WhatsApp