Cátia Pinto Rodrigues

Barriga Negativa & Low Pressure Fitness

Cada vez mais as pessoas buscam um corpo perfeito, com uma cintura fina e a barriga lisa. No entanto, para alcançar esse objetivo são necessários reajustes na alimentação e uma rotina de atividade física consistente. Exemplo disso é a técnica Low Pressure Fitness (LPF), cada vez mais popular em países como Espanha e Brasil, mas ainda praticamente desconhecida e ausente da maioria dos ginásios em Portugal.

O LPF resulta da união da respiração Uddiyana Bhanda, do Yoga, e da Reeducação Postural Global. A técnica hipopressiva surgiu nos anos 80, como tratamento no âmbito da fisioterapia obstétrica para a recuperação da musculatura perineal e abdominal no pós-parto, com especial enfase na diminuição da diástase (quando se verifica um afastamento dos músculos abdominais, causando desconforto e aparência de flacidez). Embora a técnica tenha sido criada para ajudar na recuperação de mulheres no pós-parto, os resultados finais, como a melhoria do tónus muscular e diminuição da circunferência abdominal, foram tão eficazes que foram conquistando cada vez mais adeptos e, atualmente, a técnica da barriga negativa é um sucesso entre pessoas de todas as idades.

Nas primeiras aulas de Low Pressure Fitness é possível sentir a diferença, mas é em três meses de treino que a mudança se torna mais significativa, com perda de até 12 centímetros de circunferência abdominal. Note-se que o LPF não diminui a percentagem de gordura, o que a técnica muda é a estrutura do corpo pela combinação de alguns fatores: alonga o diafragma e modela o corpo, afinando a cintura.

A diminuição da circunferência abdominal e da cintura em pouco tempo de prática deve-se a uma regulação da pressão da cavidade abdominal em virtude do reposicionamento dos órgãos internos e a uma melhoria no tónus de repouso da musculatura abdominal, tornando a musculatura mais firme mesmo quando relaxada.

Segundo alguns estudos existentes, os resultados são visíveis com a prática de duas sessões semanais de 30 minutos, sendo que a mudança estética corporal chamada de “barriga negativa” é só um bónus, além de todos os outros benefícios para o corpo e para a saúde. Na realidade, existem um conjunto de exercícios posturais e respiratórios com coordenadas específicas, que incluem o avanço do eixo de gravidade, relaxamento da musculatura do pescoço, dos joelhos e dos cotovelos e alongamento da coluna cervical, para que o aluno consiga obter os resultados esperados.


Outros artigos que talvez te interessem:

Segue-me nas redes sociais! 🙂
error1
Tweet 20
fb-share-icon20

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error

Gostaste deste blog? Partilha com quem mais gostas :)

RSS
Follow by Email
Instagram
WhatsApp